Buscar
  • rogeriobaliego

Semana Pré-Carnaval tem agenda cheia


Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2019

Por ROSA RISCALA (@rosa_riscala)


... Trump anunciou ontem à noite a prorrogação da trégua para tarifas adicionais à China, antes de viajar para o Vietnã, onde se encontra com o líder coreano, Kim Jong Un. Começou bem a semana pré-Carnaval, mas a agenda não promete um minuto de sossego, com uma bateria de indicadores e balanços pesos-pesados, lá fora e aqui, inclusive PIB/EUA e no Brasil, resultados de Petrobras, cessão onerosa e a sabatina de Campos Neto.


... A decisão do presidente americano de adiar a sobretaxa de 25% a US$ 200 bilhões em produtos chineses era esperada, após "um final de semana muito bom para Washington e Pequim nas negociações comerciais".


... Já nos pregões asiáticos a notícia era festejada com as bolsas sustentando altas no início da madrugada.


... Na rodada de dados econômicos, números nos EUA e na China podem dar a medida do grau de desaceleração global, que influencia para a política "paciente" do FED, com uma pausa prolongada do juro no radar.


... Com três falas esta semana, Jerome Powell pode operar as expectativas nas sabatinas do Senado (amanhã), da Câmara (4ªF) e em evento (5ªF). O Capitólio também receberá Michael Cohen (3ªF), ex-advogado de Trump.


... A primeira leitura do PIB americano do 4TRI sai na 5ªF e, na 6ªF, os destaques são o PCE de dezembro, dado de inflação seguido de perto pelo FOMC, além da revisão final da atividade industrial de fevereiro (Markit e ISM).


... Os balanços, amanhã, de duas grandes varejistas (Home Depot e Macy´s) conferem o ritmo do consumo.


... Hoje, o dia reserva a atividade nacional medida pelo FED de Chicago em janeiro (10h30), além dos estoques no atacado em dezembro (12h), com previsão de alta de 0,4%, e a produção manufatureira do FED/Dallas (12h30).


... Na China, os resultados de fevereiro do PMI industrial saem nas noites de 4ªF (oficial) e 5ªF (Caixin Media).


... Já na zona do euro, o foco é a leitura preliminar da inflação ao consumidor (CPI) de fevereiro, na 6ªF.


... No Reino Unido, May, que segue enfrentando o fogo amigo, adiou um voto no Parlamento sobre o Brexit desta semana para o dia 12/3, pouco mais de duas semanas antes do prazo previsto para a saída do bloco (29/3).


... Durante o final de semana, três ministros britânicos sugeriram que podem romper com a primeira-ministra e dar apoio a emendas com potencial para atrasar a saída do Reino Unido do bloco da União Europeia.


... No Guardian, a insatisfação com a forma como May vem conduzindo o divórcio pode adiar o Brexit para 2021.


... O segundo encontro entre Trump e o líder coreano, Kim Jong-Un, acontecerá na 4ªF, em Hanói (Vietnã).


... Os representantes chineses em Washington voltam hoje a Pequim. Um encontro com o presidente Xi Jinping está sendo organizado para o final de março, provavelmente, na Flórida, quando podem fechar um acordo.


... No Brasil, a maior expectativa da semana fica por conta da sabatina do novo presidente do BC, Roberto Campos Neto, na CAE do Senado, amanhã, quando investidores conhecerão um pouco de sua linha.


... Também é esperada a reunião do CNPE, na 5ªF, que discutirá a revisão do contrato de cessão onerosa entre a União e a Petrobras, segundo informou na semana passada o ministro Bento Albuquerque (MME).


... Petrobras divulga o balanço do 4TRI na 4ªF à noite, e outra blue chip, Ambev, na 5ªF.


... Mais balanços: BR, Cteep, Locamérica, Unidas (hoje), AES Tietê, Aliansce, Carrefour, Ecorodovias, Iguatemi, Enel, Marcopolo, Paraná Banco (amanhã), EDP, Marfrig, Movida (4ªF), CCR, Cia Hering, Copasa, Gol e MRV (5ªF).


... Entre os indicadores, o destaque é o PIB/4TRI e de 2018, na 5ªF, junto com os resultados consolidados do setor público em janeiro. Um dia antes, na 4ªF, saem as contas do Governo Central.


... Hoje (10h30), o BC solta a nota do setor externo, com dados de janeiro de transações correntes e investimento direto no País. Amanhã, sai o relatório mensal da dívida pública de janeiro. Na 4ªF, tem o IGP-M de fevereiro.


... Sem data confirmada, ainda são esperados para esta semana os dados de janeiro do Caged.


REFORMA - Expectativa é para a instalação da CCJ na Câmara e a escolha do relator, mas a tramitação não deve ganhar ritmo antes do Carnaval. Noticiário mais importante é para a articulação da base no Congresso.


... Bolsonaro já autorizou Onyx a negociar cargos do segundo escalão para atender deputados insatisfeitos.


... Por outro lado, o governo se apressa a concluir o projeto que muda as regras da Previdência dos militares das Forças Armadas, que pode ser enviado ao Congresso antes do prazo previsto de 20 de março.


... Parlamentares estão insistindo que têm de conhecer os dois textos para ter certeza de que todos contribuirão.


... Na apresentação da proposta da Previdência, o secretário Rogério Marinho antecipou que haverá aumento do tempo mínimo de serviço dos militares de 30 anos para 35 anos, com elevação da alíquota de 7,5% para 10,5%.


VENEZUELA - Sem impacto nos negócios, a participação do Brasil no apoio a Juan Guaidó é acompanhada pelo mercado, depois do fim de semana sem êxito na ajuda humanitária e entrega de doações aos venezuelanos.


... Hoje, o general Hamilton Mourão e o chanceler Ernesto Araújo participam da reunião do Grupo de Lima, em Bogotá, que terá também a presença do vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence.


... EUA, Brasil e Colômbia devem ser pressionados a usar força militar para derrubar a ditadura de Maduro, como defenderam o líder da oposição, Julio Borges, e o próprio Juan Guaidó, em postagens no Twitter.


... O governo brasileiro é contra a intervenção, limitando sua ação a pressões diplomáticas e a ajuda humanitária.


... Apesar de Guaidó afirmar que 80% das Forças Armadas rejeitam Nicolás Maduro, o número de deserções de militares foi inexpressivo, em uma sinalização de que eles ainda apoiam o regime do ditador venezuelano.


WISHFUL THINKING - Apesar de o desfecho da negociação comercial com a China não ter se concretizado 6ªF, com o diálogo entrando pelo fim de semana, o otimismo com um acordo recuperou o humor dos mercados.


... Há cinco meses, o índice Dow Jones (+0,7%) não superava a resistência dos 26 mil pontos. A 26.031,81 pontos, a bolsa emplacou a nona semana consecutiva no azul, na maior sequência positiva em 14 anos.


... No pico desde novembro, S&P 500 subiu 0,64% (2.792,67 pontos) e Nasdaq ganhou 0,91% (7.527,54 pontos), também encerrando nove semanas seguidas de avanços e igualando o melhor desempenho em uma década.


... Aqui, os ativos pegaram carona no otimismo externo e o Ibovespa fechou colado à máxima do dia, em alta de 0,98% (97.886 pontos), com giro de quase R$ 13 bilhões. Pode voltar a flertar com marcas inéditas.


... A temporada dos balanços desponta como o potencial gatilho para novos recordes, enquanto o driver principal dos mercados, a reforma da Previdência, só deve trazer maiores novidades depois do Carnaval.


... No último pregão, o investidor já operou a safra de resultados, com destaque para Magazine Luiza, que brilhou na liderança das altas (+10,43%). Em um único dia, a empresa ganhou R$ 3,1 bilhões em valor de mercado.


... Analistas destacaram não só os resultados fortes, mas ainda a aposta no comércio eletrônico, que pode seguir crescendo. Em teleconferência, o presidente da empresa disse que 2018 foi "próximo da perfeição".


... Também CSN ON registrou fortes ganhos (+7,55%), entre as maiores altas do Ibovespa, pelo terceiro pregão consecutivo. Na semana, acumulou 22%, no impulso do balanço e iniciativa para reduzir alavancagem.


... Ainda anima a avaliação entre os analistas de que as concorrentes internacionais, como BHP e Fortrescue, não podem aumentar as exportações para cobrir a redução de produção da Vale, após Brumadinho.


... Além de CSN, todo setor de mineração e siderurgia foi bem na 6ªF, a começar de Vale ON (+3,55%, R$ 46,99), além de Usiminas PNA (+4,42%, R$ 9,92), Gerdau PN (+0,53%) e Metalúrgica Gerdau PN (+2,54%).


... No domingo à noite, artigo no site do WSJ relatou que executivos da Vale e auditores sabiam da gravidade em Brumadinho, antes do desastre, o que deve piorar as chances da empresa nas ações de investidores americanos.


... Também Eletrobras se destacou (ON, +3,52%), ampliando o entusiasmo com a expectativa de capitalização ainda este ano. Já Petrobras, à espera da cessão onerosa e do balanço, não conseguiu acompanhar o petróleo.


... Sem força, Petrobras PN caiu 0,99%, a R$ 27,13, e ON perdeu 0,57%, a R$ 31,25. Pode ter pesado informação de que o governo vai facilitar a venda de ações da companhia que pertencem ao BNDES e à Caixa.


... Já o petróleo se sustentou na esperança do acordo entre Washington e Pequim. O Brent/abril não exibiu fôlego (+0,07%, US$ 67,12), mas se salvou no positivo. Na Nymex, o WTI/abril subiu 0,53%, para US$ 57,26.


... Os bulls (comprados) têm dominado a cena, com a Opep levando a sério o pacto de corte na produção global. No acumulado da semana passada, o Brent registrou ganho de 1,31% e o WTI, de 2,29%.


... As blue chips financeiras operaram mistas: Bradesco PN, -0,82% (R$ 44,60), e Itaú PN, +1,10% (R$ 36,66).


PLUS A MAIS - Além do fator China, um catalisador adicional entusiasmou o mercado em NY, na 6ªF.


... Na reta final, as bolsas foram às máximas e os juros dos Treasuries caíram às mínimas, depois que o número dois do FED, Richard Clarida, admitiu a possibilidade de ser estabelecido um teto temporário para os yields.


... Segundo ele, o modelo adotado pelo BoJ japonês, de deixar os rendimentos dos títulos públicos flutuarem dentro de um determinado intervalo, será estudado pelo FED já a partir desta semana.


... A novidade se soma à recente mensagem dovish transmitida pela ata, de que o enxugamento do portfólio de ativos do FED pode ser anunciado "em breve". Economistas do BofA Merrill Lynch apostam em março.


... O anúncio da estratégia, segundo eles, deve sinalizar para o fim do processo na reunião de julho ou outubro. O FED boy Randal Quarles projetou que o corte na carteira pode terminar no último trimestre deste ano.


... Os comentários sobre o balanço patrimonial derrubaram a taxa da Note de dez anos a 2,651%, de 2,692%. O rendimento do papel de dois anos, mais sensível às decisões de política monetária, caiu a 2,491%, de 2,512%.


... No câmbio, o dólar recuou a 110,67 ienes. Já euro (US$ 1,1336) e libra (US$ 1,3052) foram enfraquecidos pela incerteza do Brexit. Contra os emergentes, a divisa americana teve queda generalizada e apreciou o real.


FICOU CARO? - O dólar à vista caiu 0,51% (R$ 3,7406), após a pressão pontual da véspera, explicada pela recomposição de posições vendidas por investidores institucionais, no hedge às dificuldades da reforma.


... Nesta última semana do mês, a volatilidade promete ser redobrada pela disputa em torno da ptax de fevereiro, na 5ªF. Para um dia antes (4ªF), o BC já chamou dois leilões de linha, com a oferta total de US$ 3 bilhões.


... O volume corresponde à metade do que está programado para vencer em 6/3 (Quarta-Feira de Cinzas). Não se descarta que, se for de seu interesse, o BC possa promover novas operações para fazer a rolagem integral.


... Sincronizados ao dólar, também os juros futuros tiveram mais um pregão de quedas em toda a curva do DI, na tendência de baixa que projeta Selic estável este ano, com a inflação ancorada e atividade econômica lenta.


... No pano de fundo, a aposta na aprovação da reforma da Previdência compõe o cenário de otimismo.


... Na BM&F, o DI para jan/20 fechou a 6,440% (de 6,445%), jan/21, a 7,050% (de 7,100%), jan/22, a 7,720% (de 7,770%), jan/23, a 8,150% (de 8,220%), jan/25, a 8,680% (de 8,760%), e jan/27, a 9,020% (de 9,070%).


... A confirmação pela Aneel de bandeira tarifária verde em março endossa a perspectiva de preços sob controle.


EM TEMPO... Produção total de petróleo e gás da PETROBRAS em janeiro (2,61 mi/boed) caiu 3% na margem...


... Estatal informou que, na madrugada de sábado, houve um vazamento de óleo na plataforma P-58...


... Segundo a PETROBRAS, o volume inicialmente estimado é de 188 metros cúbicos.


ELETROBRAS prorrogou o prazo para adesão voluntária ao Plano de Demissão Consensual 2019 até 22/3.


VALE informou que já realocou 986 pessoas desde a ruptura da barragem em Brumadinho, há cerca de um mês.


CSN informou que barragem Auxiliar do Vigia tem risco baixo e certificado de estabilidade por auditor externo.


MOSAIC declarou situação de emergência em barragem em Araxá (MG) após conclusão de auditoria.


BB pagará juros sobre o capital próprio de R$ 0,1561 por ação. Ex dia 12/3...


... Conselho aprovou intervalo de 30% a 40% do lucro a ser distribuído como remuneração a acionistas este ano.


EMBRAER. Justiça suspendeu AGE, marcada para amanhã, que irá votar a proposta de fusão com a Boeing.


LATAM anunciou primeiros voos do pacote de contrapartidas negociado com governo/SP para redução do ICMS...


... A companhia lançará novas frequências a partir do aeroporto de Guarulhos com destino ao Rio e Manaus.


ENERGISA. O conselho de administração aprovou a distribuição de dividendos intercalares de R$ 0,13 por ação.


SUZANO. Conselho aprovou a contratação de empréstimo e swap com JPMorgan de até US$ 200 milhões cada.


JSL confirmou intenção de fazer IPO da controlada Vamos Locação de Caminhões.


MARCOPOLO. Conselho decidiu manter suspenso o programa de juros sobre o capital próprio em 2019.


SANEPAR informou que seu conselho de administração elegeu Elerian do Rocio Zanetti para diretor Comercial.


CYRELA informou que a Capital International Investors aumentou sua participação na empresa para mais de 5%.


ALPARGATAS. O conselho de administração aprovou bonificação de 25 ações para cada 100 detidas em 20/3.


SLC AGRÍCOLA informou que a S&P atribuiu rating de crédito corporativo de longo prazo ‘brAA-’ à empresa.


OI. O executivo israelense Amos Genish (ex-Vivo) foi procurado pela operadora para presidir a tele brasileira.





DESTAQUES DO FIM DE SEMANA: TRUMP DECIDE ADIAR ELEVAÇÃO DE TARIFAS COMERCIAIS PARA A CHINA


São Paulo, 25/02/2019 - Veja o resumo das reportagens que foram destaque no fim de semana. Para mais detalhes, confira a íntegra da notícia na data e no horário informados:


20:25:25 - EUA: TRUMP DECIDE ADIAR ELEVAÇÃO DE TARIFAS COMERCIAIS PARA A CHINA APÓS REUNIÕES

São Paulo, 24/02/2019 - Em sua conta no Twitter, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, relatou que as reuniões com representantes da China sobre o comércio entre os dois países resultaram em "progressos substanciais", e por isso, decidiu adiar os aumentos de tarifas para produtos chineses que seriam implementados a partir da próxima sexta-feira, 1º de março.(Renato Carvalho - renato.carvalho@estadao.com)


00:57 - ROGÉRIO MARINHO DIZ QUE CLIMA É FAVORÁVEL NO CONGRESSO PARA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

São Paulo, 25/02/2019 - O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, avaliou que há um clima muito favorável no Congresso para o avanço da proposta de reforma da Previdência e se disse otimista de que o governo conseguirá o número necessário de votos para aprová-la. "Eu nunca vi um momento como esse no Congresso Nacional. Talvez dez a 15 deputados já nos procuraram se colocando à disposição para relatar o projeto", destacou Marinho, em entrevista à Band exibida na madrugada desta segunda-feira, 25. "(Acredito que) vamos ter sim condições, em breve, de ter uma base confortável para fazer com que o projeto ande na velocidade que se espera". (Letícia Fucuchima - leticia.fucuchima@estadao.com)


06:13 - BOLSAS DA ÁSIA: XANGAI TEM RALI E LIDERA GANHOS APÓS TRUMP PRORROGAR TRÉGUA COM CHINA

São Paulo, 25/02/2019 - As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta segunda-feira, lideradas pelos mercados chineses, que saltaram mais de 5% em reação a uma decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de prorrogar a trégua para aplicar tarifas adicionais à China, garantindo mais tempo para que as duas maiores economias do mundo fechem um acordo comercial. (Sergio Caldas, com informações da Dow Jones Newswires - sergio.caldas@estadao.com)


22:02 - THE WALL STREET JOURNAL DIZ QUE FUNCIONÁRIOS DA VALE E INSPETORES SABIAM DO PERIGO NA BARRAGEM

Nova York, 24/02/2019 - O The Wall Street Journal publicou nesta noite em seu site artigo que relata que funcionários da Vale e inspetores de empresa contratada pela companhia mineradora "sabiam por meses das condições perigosas" da barragem da mina de Feijão em Brumadinho que rompeu em janeiro e causou 177 mortes e deixou 133 pessoas desaparecidas. (Ricardo Leopoldo, Correspondente - Ricardo.leopoldo@estadao.com)


05:11 - IPC-FIPE AVANÇA 0,53% NA 3ª QUADRISSEMANA DE FEVEREIRO, APÓS SUBIR 0,58% NA PRÉVIA ANTERIOR

São Paulo, 25/02/2019 - O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,53% na terceira quadrissemana de fevereiro, desacelerando em relação ao ganho de 0,58% verificado na segunda quadrissemana deste mês, segundo dados publicados hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). (Sergio Caldas - sergio.caldas@estadao.com)


10:39 - EUA/TRUMP: TIVEMOS DIÁLOGO MUITO PRODUTIVO SOBRE COMÉRCIO COM CHINA NO SÁBADO

São Paulo, 24/02/2019 - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou neste domingo que seu governo e o da China tiveram um diálogo "muito produtivo" no sábado sobre suas divergências comerciais e informou que os contatos continuam. "Conversas muito produtivas ontem com a China sobre comércio. Isso continuará hoje!", escreveu ele no Twitter. (Gabriel Bueno da Costa - gabriel.costa@estadao.com)


11:37 - REINO UNIDO: MAY ADIA VOTO SOBRE BREXIT NO PARLAMENTO PARA ATÉ 12 DE MARÇO

Sharm el-Sheikh, 24/02/2019 - A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, anunciou neste domingo uma votação no Parlamento sobre a saída do país da União Europeia, o Brexit, para até 12 de março, pouco mais de duas semanas antes do prazo previsto para a retirada do bloco, 29 de março. Fonte: Associated Press.


08:23 - ITAMARATY CONDENA VIOLÊNCIA NAS FRONTEIRAS DA VENEZUELA E PEDE QUE PAÍSES RECONHEÇAM GUIADÓ

São Paulo, 24/02/2019 - O Itamaraty, por meio de sua conta no Twitter, na madrugada deste domingo, afirmou que o governo brasileiro condena veementemente os "atos de violência perpetrados pelo regime ilegítimo de Nicolás Mauro, no dia 23 de fevereiro, nas fronteiras da Venezuela com o Brasil e com a Colômbia, que causaram vítimas fatais e dezenas de feridos" e solicitou que países que ainda não reconheceram Juan Guaidó como presidente encarregado da Venezuela o façam. (O Estado de S. Paulo)


07:57 - EUA/POMPEO: RECONHECEMOS BRASIL POR APOIO E COMPROMISSO COM DEMOCRACIA NA VENEZUELA

São Paulo, 24/02/2019 - O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, agradeceu em comunicado na noite do sábado a postura do governo brasileiro ao ajudar a Venezuela e seu "apoio firme e compromisso com a democracia" no vizinho. Além disso, Pompeo pediu que as forças de segurança venezuelanas permitam a entrada de ajuda humanitária e protejam os civis de ataques de grupos paramilitares ligados ao regime do presidente Nicolás Maduro. (Gabriel Bueno da Costa - gabriel.costa@estadao.com)


15:47 - EUA: TRUMP TENTA ACALMAR EXPECTATIVAS EM RELAÇÃO À ENCONTRO COM LÍDER NORTE-COREANO

Washington, 24/02/2019 - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tenta administrar as expectativas para a sua segunda reunião com o líder norte-coreano Kim Jong Un, prevendo uma "continuação do progresso" em relação ao último encontro entre os dois. Em sua conta no Twitter, Trump escreveu seguirá amanhã cedo para a reunião em Hanói, no Vietnã, acrescentando um aceno tentador para o desarmamento nuclear. Ele também disse que Kim sabe que "sem armas nucleares, seu país poderia rapidamente se tornar uma das grandes potências econômicas do mundo". Fonte: Associated Press.


20:46 - COLÔMBIA DIZ QUE 60 MILITARES VENEZUELANOS PEDIRAM REFÚGIO

São Paulo, 23/02/2019 - Mais de 60 militares venezuelanos pediram refúgio em território colombiano neste sábado, disse há pouco o ministro de Relações Exteriores da Colômbia, Carlos Holmes Trujillo. Em coletiva de imprensa, Trujillo informou também que 285 pessoas ficaram feridas em confrontos com forças de segurança da Venezuela, das quais 30 colombianas. Dentre os feridos, 37 foram hospitalizados. (Clarice Couto - clarice.couto@estadao.com)


18:27 - GOVERNADOR DE SP OFERECE VACINAS COMO PARTE DE AJUDA HUMANITÁRIA À VENEZUELA

São Paulo, 23/02/2019 - O governador de São Paulo, João Doria, informa, via seu perfil no Twitter, que fará uma doação de vacinas por meio do Instituto Butantan como parte da ajuda humanitária à Venezuela. O Brasil participa da iniciativa de assistência organizada pela oposição ao governo de Nicolás Maduro. O governo paulista pretende disponibilizar até 1 milhão de doses da vacina contra a gripe e 1,7 mil frascos contendo soro contra picadas de serpentes e aranhas. "É mais uma forma de solidariedade do Estado de São Paulo a esta população que sofre tanto nas mãos de um ditador", escreveu o governador. (Luana Pavani - Luana.pavani@Estadao.com)


18:16 - MINISTROS BRITÂNICOS SINALIZAM QUE PODEM ROMPER COM MAY PARA ADIAR BREXIT

Londres, 23/02/2019 - Três ministros britânicos sugeriram neste sábado que podem romper com a primeira-ministra Theresa May e dar apoio a emendas com potencial para atrasar a saída do Reino Unido da União Europeia. Em artigo publicado no jornal Daily Mail, a secretária de Trabalho e Pensões, Amber Rudd, o secretário de Negócios, Greg Clark, e o secretário da Justiça, David Gauke, disseram que o parlamento vai atuar para impedir que o Reino Unido fique sem acordo, algo considerado "desastroso", a menos que uma solução seja alcançada na semana que vem. Fonte: Associated Press.


11:50 MOSAIC DECLARA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA EM BARRAGEM NA CIDADE DE ARAXÁ, EM MINAS GERAIS

São Paulo, 23/02/2019 - A companhia norte-americana Mosaic Fertilizantes declarou situação de emergência após conclusão, ontem, de uma auditoria na barragem de rejeitos B1/B4 do Complexo Mineroquímico de Araxá, em Minas Gerais. A inspeção foi realizada por uma empresa especializada e externa. A Mosaic informou, em nota, que a situação de emergência da barragem foi classificada como nível 1 e, em consequência, acionou o Plano de Ação Emergencial para Barragens de Mineração (PAEBM).(Nayara Figueiredo - nayara.figueiredo@estadao.com)


14:11 NEW YORK TIMES APONTA QUE CONFLITO NA VENEZUELA JÁ MATOU 2 PESSOAS E FERIU 15


Nova York, 23/02/2019 - Em reportagem publicada neste sábado, o The New York Times destacou que forças militares comandadas por Nicolás Maduro na Venezuela atiraram contra moradores de uma região na fronteira com o Brasil, onde havia a tentativa de abrir uma passagem na fronteira ao redor de uma comunidade indígena. Duas pessoas foram mortas e 15 ficaram feridas, destacou o jornal. O artigo ressalta que o confronto "pode sinalizar uma batalha mais violenta e desestabilizadora sobre quem proclama ser o legítimo líder" daquele país. (Ricardo Leopoldo, Correspondente - ricardo.leopoldo@estadao.com)

7 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Precisa de mais informações?

Estamos aqui para ajudá-lo.  Solicite o contato de um de nossos assessores.

© 2019 Green Investimentos - Agente Autônomo de Investimentos. Todos os direitos reservados.

A marca Green Investimentos é propriedade da Green Investimentos Agente Autônomos Ltda. Toda distribuição de valores mobiliários através da Green Investimentos são executadas pela XP Investimentos S/A, instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através da rede mundial de computadores está sujeita a interrupções, podendo invalidar ordens ou negociações. A Green Investimentos atua apenas como distribuidor de ativos mobiliários e não participa da gestão e ou administração de nenhum dos produtos aqui divulgados de fundos, renda fixa e renda variável.

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black LinkedIn Icon

© 2023 por Agencia Plusyou